terça-feira, 6 de outubro de 2020

29º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos


Já está publicado o edital do 29º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos. Esta edição está com novidades, pela primeira vez o Concurso será exclusivamente online, desde o processo de inscrição até a premiação. Haverá a premiação da categoria poesias (exceto soneto) e sonetos. 

As inscrições são gratuitas e cada participante poderá participar com até duas obras de cada categoria. As inscrições para o 29º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos serão abertas no dia 10 de outubro de 2020 e serão encerradas no dia 20 de outubro de 2020, exclusivamente online, no blog do Museu Espaço dos Anjos . 

 O Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos tem sido uma importante ferramenta de incentivo à leitura e escrita, além de reconhecer, divulgar e premiar aqueles que contribuem com a arte da poesia. Participem! 

 Faça sua inscrição no link abaixo: https://forms.gle/QArx491g2pxAyCdu7

Segue edital abaixo:

domingo, 1 de dezembro de 2019

Resultado final do 28º Concurso nacional de Poesias Augusto dos Anjos


28º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos: resultado final

Ao longo destes 28 anos, Leopoldina tem vivido momentos especiais de culto à poesia, através dos inúmeros poetas e declamadores que anualmente se apresentam na solenidade que marca o julgamento final deste concurso. Os autores locais têm, assim, oportunidade de conhecer seus pares, ouvir novas vozes, sentir outras emoções. E muitos pequeninos começam a trilhar a estrada literária estimulados pela vivência deste acontecimento.

A forma de realizar o Concurso pode ter sofrido alterações ao longo do tempo. Entretanto, a sua essência permanece: homenagear o poeta maior, que viveu por alguns meses em nossa cidade, Augusto dos Anjos. Temos a satisfação de declarar que a memória de Augusto dos Anjos continua presente não só aqui, nesta pequena casa agora Museu, como na atividade febril de quantos continuam poetando ou aclamando os que se dedicam a tal arte. 

Neste 2019, após o período de inscrição e com mais de 500 obras entre poesias e sonetos, tivemos os 20 selecionados de cada categoria. Nem todos os finalistas puderam estar presentes, mas, apesar da distância tivemos a presença de alguns autores na cerimônia. São eles: Antonio Marcos Botelho Borges (Leopoldina/MG), Bernardo Augusto Caldeira D´Assumpção (Belo Horizonte/MG), Edmardo Lourenço Rodrigues (Vila Velha/ES), José Rui Camargo (Taubaté/SP) e Kíssila Muzy de Souza Mello (Nova Friburgo/RJ).

Após uma agradável noite de declamação das 40 finalistas do 28º Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos, segue o resultado oficial do Concurso. No total, a Prefeitura Municipal de Leopoldina premiará em R$7.000,00 (sete mil reais) as categorias poesias, sonetos e intérpretes.

CATEGORIA: POESIA
1º lugar - A roça do céu, Arlindo Tadeu Hagen (Juiz de Fora/MG) 
2º lugar - A noiva de Brumadinho, Nilza Menezes dos Santos (Belo Horizonte/MG)
3º lugar - Absinto, Bernardo Augusto Caldeira D'Assumpção (Belo Horizonte/MG)
4º lugar - O tempo não faz reservas, Marcus Vinicius Teixeira Quiroga Pereira (Rio de Janeiro/RJ)
5º lugar - Cantiga para a menina de Tebas, Jairo Cézar Soares de Souza (João Pessoa/PB)

CATEGORIA: SONETO
1º lugar - Soneto a uma sombra magra, Luiz Carlos Junqueira Maciel (Belo Horizonte/MG)
2º lugar - Quixotismo, Pedro Paulo Uchoa Paulino (Canindé/CE)
3º lugar - Alma em flor, Jerson Lima de Brito (Porto Velho/RO)
4º lugar - O velho e o passarinho, Maurício Cavalheiro (Pindamonhangaba/SP)
5º lugar - Vida sangrada, Roque Aloisio Weschenfelder (Santa Rosa/RS)

INTÉRPRETES
1º lugar – Fabrício Manca
2º lugar – Rodrigo Sá
3º lugar – João de Oliveira
4º lugar – Ana Carolina Paiva
5º lugar – Cláudia Conte



sábado, 23 de novembro de 2019

Finalistas do XXVIII Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos

Finalistas do XXVIII Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos A Secretaria Municipal de Cultura de Leopoldina, divulgou neste sábado, 23 de novembro, os títulos das poesias e sonetos finalistas e os pseudônimos dos autores escolhidos pela Comissão Julgadora do XXVIII Concurso Nacional de Poesias Augusto dos Anjos. As obras serão apresentadas no dia da premiação que será realizada no dia 29 de novembro de 2019, no Museu Espaço dos Anjos a partir das 19:30h, quando serão escolhidas as poesias classificadas nos cinco primeiros lugares das categorias sonetos e poesias (exceto soneto) , bem como os cinco melhores intérpretes.  
Confira os finalistas:

 Categoria Poesia (exceto sonetos) 

A casa da mãe (Pseudônimo: Guilherme Pessoa)
 Cansaço (Pseudônimo: Cândida Pessoa)
 Os Olhos do Avô (Pseudônimo: TITITO)
Ode ao ânimo (Pseudônimo: Augustine)
 Absinto (Pseudônimo: Quelemém)
Das razões da escrita (Pseudônimo: Cecília Prado)
Ave-palavra (Pseudônimo: Dadá Mudema)
Cantiga para a menina de Tebas (Pseudônimo: Botticelli)
O tempo não faz reservas (Pseudônimo: Pablo Puertas)
Outros dias florescerão iguais a estes (Pseudônimo: Diadorina Camacho)
C-A-R-O-L-I-N-A-M-E-N-T-E (Pseudônimo: SACRAMENTANO)
A Noiva de Brumadinho (Pseudônimo: Iamani Rose)
Grandiosidade da arte em miniatura (Pseudônimo: Felicidade de Afrodite)
Jardim (Pseudônimo: Hypnos) Poemia (Pseudônimo: César Augusto)
Meu Baço Entregue Numa Bandeja Aos Meus Pares (Pseudônimo: Bardo Decadentista)
 Conversa aos pés do túmulo (Pseudônimo: Augustus)
Kabum (Pseudônimo: Akuohon Tupi)
 O meu bairro é nome de chacina (Pseudônimo: Poet@)
A Roça do Céu (Pseudônimo: Roceiro)

 Categoria Sonetos

 Retrato de Um Sonho (Pseudônimo: Lo Santos)
 Quixotismo (Pseudônimo Jacó urbano)
 Soneto a uma sombra magra (Pseudônimo: Buarque de Macedo)
Sentido (Pseudônimo:Demóstenes)
Olhar distante (Pseudônimo: Ramos Horta)
 Vida sangrada (Pseudônimo: Emblematicidade)
Soneto da Desesperança (Pseudônimo: Ares)
Soneto do Desencanto (Pseudônimo: Hefesto)
Serenata ao Luar (Pseudônimo: Rouge)
O velho e o passarinho (Pseudônimo: Asas da saudade)
 Ser Poeta (Pseudônimo: Jequitibá)
Desejo de poeta (Pseudônimo: Osíris Lemos)
Alma em flor (Pseudônimo: Ítalo Almeida Rosa)
De natura (Pseudônimo: Kubiszeski)
 Signo (Pseudônimo: Pedro Pedra)
Apenas mais um dia em que perco a esperança na humanidade (Pseudônimo: Teócrito Aleixo)
 Amor Líquido (Pseudônimo: Barão de Jaguaribe)
Fazenda Velha (Pseudônimo: Dionésio)
Homens Fátuos (Pseudônimo: Jorge Craveiro Borges)
O Legado (Pseudônimo: Pirillo)

 No dia 29 de novembro, após a decisão e divulgação pelo júri do resultado final, haverá a cerimônia de premiação, quando serão conhecidos os nomes dos autores das obras.